MANUEL INÁCIO DA COSTA

 

Manuel Inácio da Costa, o melhor imaginário da Bahia, foi apelidado de seis dedos pela habilidade em moldar a madeira. Ele morreu aos 94 anos em 1857, sem nunca ter se casado.  Aprendeu a esculpir com Félix Pereira Guimarães, outro artista de prestígio do século XVIII  e foi contratado pelas igrejas do Bonfim e Ordem Terceira de São Francisco, para a qual esculpiu o São Domingos.

A escultura mais popular do artista é a imagem do caboclo, um dos símbolos da independência da Bahia, feita pelo mestre em1828, e que a partir daquele ano participou do cortejo da festa.

Pintou na Igreja de São Francisco de Salvador, uma das principais obras do barroco luso-brasileiro, o São Pedro de Alcântara.

Luana, Beatriz e Karine
5ºC